terça-feira, 21 de março de 2017

0 Reflexão Bíblica – 05 sintomas de uma igreja doente





INTRODUÇÃO – Toda pessoa doente geralmente apresenta algumas características (SINTOMAS) que permitem ao médico fazer um diagnóstico a fim de identificar o problema e a partir daí prescrever o tratamento adequado à recuperação.

Acredito que com a Igreja acontece a mesma coisa. Percebemos que estamos frequentando uma Igreja doente, no momento que passamos a ver que ela apresenta alguns problemas que nos permitam ter uma ideia clara de DOENÇA ESPIRITUAL.

Portanto se você detectar alguns ou todos estes sintomas em sua congregação, CUIDADO, pois ela pode estar seriamente enferma, assim como todos os que a frequentam, incluindo você é claro.

11.  Abandono da Palavra
22.  Deixar de ser uma casa de oração e adoração
33.  Esquecer o seu compromisso evangelístico e missionário
44.  Dar mais valor ao dinheiro do que as pessoas
55.  Fazer escolhas baseadas em outras razões sem a direção do Espírito Santo

1.  Abandono da Palavra - No meio de tantos entretenimentos oferecidos à Igreja hoje em dia, torna-se fácil ela esquecer a prioridade no culto, a proclamação da Palavra.

Quando uma Igreja não encontra mais tempo para estudar sistematicamente a Bíblia, deixa de administrar seus cultos de maneira que o período da pregação acaba sendo sacrificado, não valoriza a pregação bíblica e cristocêntrica, não sente mais prazer ao ouvir a voz de Deus através da ministração. Algo está errado!

Não quero generalizar, mas existem igrejas que o pregador é proibido de falar de assuntos que tragam desconforto aos crentes, ou seja, ele tem que subir ao púlpito apenas para falar de coisas agradáveis.

2.  Deixar de ser uma casa de oração e adoração – O Senhor Jesus irou-se quando viu que a casa de Deus (O TEMPLO) havia sido transformada numa taberna de negócios, ou como ele mesmo disse: “num covil de salteadores” e pegou um chicote e fez justiça.

Fico imaginando aquele mesmo Jesus entrando em muitos templos nossos em pleno século XXI e penso nas barbaridades que ele veria.  Muitas Igrejas há muito deixaram de ser uma casa de oração e adoração e transformaram-se num Shopping Center, numa quitanda ao preço do freguês e porque não dizer que algumas viraram centros e entretenimento.

Se você percebeu que isso está acontecendo com a sua Igreja: CUIDADO!

3.  Esquecer o seu compromisso evangelístico e missionário - Na minha sincera opinião uma igreja que não evangeliza, que não se envolve com a obra missionária, que não sai em busca dos perdidos em becos, vielas, valados, hospitais, presídios etc. Uma Igreja que esqueceu o seu compromisso com o “mundo perdido” nem mesmo deveria estar aberta. Pois sinceramente ela não está glorificando o nome de Deus, mas desonrando-o.

Eu não acredito nesse negócio de dizer: vamos orar para que as almas venham ao templo e se convertam a Cristo. Jesus nunca disse que deveríamos esperar que as almas viessem ao templo, mas que nós fôssemos ao encontro delas, onde quer que estejam.

Portanto se sua Igreja não evangeliza nem se envolve em missões é bom ficar de olho aberto. Ela pode já estar a caminho da UTI.

4.  Dar mais valor ao dinheiro do que as pessoas - Quando eu chego nessa parte muita gente não gosta, mas infelizmente eu tenho que falar.

O dinheiro hoje é uma peça central num mundo capitalista, consumista e globalizado como o nosso. Isso é indiscutível e eu não seria tão insano a ponto de afirmar o contrário.

Mas uma coisa que tem me deixado indignado é ver as pessoas serem tratadas como coisas, meros objetos de consumo e peões para fornecer mão de obra a homens inescrupulosos que não têm o mínimo de respeito pelo suor do povo de Deus.

Devemos sim pedir ofertas, oferecer a oportunidade das pessoas adorarem a Deus com seus dízimos, mas devemos ter em mente que Deus valoriza muito mais as pessoas do que o dinheiro que elas podem oferecer. Quero dizer que um crente que não é dizimista e ofertante na Igreja têm para Deus o mesmo valor daquele que é. O homem é salvo pela GRAÇA mediante a FÉ e não por causa de dízimos e ofertas. Pois se assim fosse Jesus não precisaria ter morrido na cruz, bastava que ensinasse os judeus a serem bons dizimistas e ofertantes (Porquanto, pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem por intermédio das obras, a fim de que ninguém venha a se orgulhar por esse motivo – Efésios 2.8-9).

Se na sua igreja o dinheiro, os objetos, tijolo, pedra etc. têm mais valor do que as pessoas... EU FICARIA ESPERTO!

5.  Fazer escolhas baseadas em outras razões e não na direção do Espírito Santo - Fico boquiaberto quando leio no Antigo e Novo Testamento que as pessoas escolhidas para fazer a Obra de Deus, seja qual for à ocupação, eram escolhidas pelo próprio Deus. Às vezes até mesmo o Espírito Santo as apontava como foi o caso de Paulo e Barnabé (Enquanto serviam, adoravam e jejuavam ao Senhor, o Espírito Santo lhes ordenou: “Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a missão a qual os tenho chamado”. Atos 13.2 / King James Version Atualizada).

Pergunto-me quantos problemas seriam evitados na Igreja se esse critério de escolha tivesse continuado. Mas lamentavelmente o que vemos são muitas pessoas serem escolhidas por inúmeras outras razões, menos a direção de Deus.

Quem nunca testemunhou pessoas serem separadas para trabalhos na Igreja simplesmente por serem amigos da liderança, porque são bons dizimistas, porque ajudaram a carregar tijolos para construir o templo etc., mas que não têm aptidão e muito menos chamado de Deus para aquilo que estão fazendo.

O interessante é que cedo ou tarde essas pessoas começam a dar prejuízo a Obra de Deus e causar divisões e cismas no Corpo de Cristo. Um problema que poderia ter sido evitado se a liderança tão somente tivesse buscado a direção de Deus.

Lá onde você congrega as coisas acontecem assim? Dou-lhe um conselho: Tome muito cuidado!

CONCLUSÃO – Você tem notado esses e outros sintomas em sua Igreja? Então é hora de cair de joelhos diante de Deus por ela, pois com certeza ela está enferma. Você acha tudo isso normal ou acha que isso não tem nada a ver? Mais cuidado ainda! Pois você também pode estar no corredor da UTI.

    Medite nisso,

                               João Augusto de Oliveira

0 comentários:

Postar um comentário

 

A voz da Palavra Profética Copyright © 2011 - |- Template created by Jogos de Pinguins