quarta-feira, 7 de maio de 2014

2 Quem deu crédito a nossa pregação?




Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do SENHOR? Isaías 53:1

Há quase dois mil e setecentos anos atrás o profeta Isaías previa algo que teria o seu cumprimento em diversas épocas da história humana, especialmente na que vivemos.

O apóstolo Paulo também movido pelo mesmo Espírito que movia Isaías escreveu ao seu jovem amigo e pastor Timóteo, alertando-o e extensivamente a toda a Igreja acerca do perigo que rondaria a seara do Senhor nos últimos dias, a mornidão espiritual, a apatia e desprezo à mensagem da Palavra de Deus.

Todos os dias em nosso Brasil e no mundo temos centenas de pregadores, professores de Teologia e Escola Dominical, pastores, bispos, diáconos etc. pregando a mensagem da cruz e tentando através de exortações com lágrimas guiar a igreja até as portas dos céus, onde Jesus a aguarda de braços abertos, no entanto a grande questão é: quantos estão dispostos a ouvir a voz de Deus através desses mensageiros?

São tantas mensagens pregadas que acredito, se a igreja desse ouvidos seriam suficientes para levar aos céus todos aqueles que carregam Bíblias e que são chamados CRISTÃOS.

Mas a grande pergunta é: QUEM DEU CRÉDITO A PREGAÇÃO? Quem se importa de ouvir mensagens bíblicas, doutrinárias, de salvação e escatologia? Resposta: Pouquíssimas pessoas.

Na verdade Paulo tinha razão ao dizer que nos últimos dias muitos não dariam mais ouvidos à verdade, mas tendo couceiras nos ouvidos levantariam para si mestres que falassem apenas aquilo que agradasse a multidão. E verdade é que isso está acontecendo em totalidade nos nossos dias.

É só observar os cultos de doutrina para constatar essa dura realidade, e o que dizer então dos pregadores que pregam mensagens de exortação e censura? São estigmatizados e demonizados como se fossem inimigos da igreja. Quando na verdade são eles que na maioria das vezes têm a palavra de Deus que pode curar esse câncer maligno que está corroendo o ceio da comunidade evangélica brasileira.

A minha grande preocupação em relação a esse quadro é que se não damos ouvidos à mensagem da Bíblia, se não praticamos o que ouvimos e lemos nela, se não estamos preocupados em aprender aquilo que Deus quer nos ensinar através da sua palavra; então o que nos resta como igreja? Teremos êxito desprezando os conselhos e admoestações do Senhor?

Jesus conta a história de dois homens que construíram suas casas, uma sobre areia (aqueles que desprezam a mensagem da Bíblia), e o que edificou a casa sobre a rocha (aqueles que ainda ouvem, guardam e praticam a palavra ouvida) e você sabe o resultado? Leia Mateus 7.24-27 e descubra.

   Paz a todos,

                         Em Cristo,

       João Augusto de Oliveira

2 comentários:

  1. Meu amigo e irmão. Bela palavra.
    Estava a pouco escrevendo sobre Aitofel. E como seu conselho fora rejeitado por Absalão. Lembro também de Roboão que não deu ouvidos aos mais sábios... Ambos levaram seus respectivos reinados a ruína.

    Um dia Paulo também fora rejeitado quando não deram ouvido a ele para descansar a embarcação no porto. E o navio se perdeu se nao fosse sua intercessão todo;s no barco morreriam.

    Grato pela colaboração. Continue escrevendo. Deus é contigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado meu amigo!!! Fico muito feliz pelas suas consoladoras palavas. É por causa de sábios como você que continuo escrevendo estas reflexões.

      Excluir

 

A voz da Palavra Profética Copyright © 2011 - |- Template created by Jogos de Pinguins