quinta-feira, 4 de outubro de 2012

0 Reflexão – Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.

 
 
Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor (Apocalipse 2.4)
 
Um dos livros da Bíblia que gosto bastante de ler é “Apocalipse” de João, um dos livros mais empolgante e profético das Sagradas Escrituras.
Mas sempre que leio essa missiva endereçada ao anjo da Igreja de Éfeso, fico a pensar no estado de uma Igreja que simplesmente abandonou o seu primeiro amor, ou o desejo ardente de servir e obedecer ao Senhor por amor e não por mera obrigação doutrinal.
A Igreja de Éfeso tinha tudo menos o essencial; pois ela era uma Igreja trabalhadeira, paciente, não tolerava o pecado, etc. (Apocalipse 2.2-3), mas não obstante a todas estas qualidades, Jesus lhe diz: “Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor”.
Que quadro triste o de uma Igreja que serve a Deus apenas por mera obrigação doutrinal, sem possuir aquele antigo desejo ardente de servi-lo por amor e dedicação aquele que nos salvou e redimiu.
É possível que essa seja a situação de muitos filhos de Deus neste momento; é possível que agora muitos estejam sofrendo dessa síndrome efésia e já tenham perdido aquele antigo ardor que queimava em seus corações, todas as vezes que alguém lhes fala de Cristo.
Quais os sintomas daquele que perdeu o primeiro amor?
 
·         Não tem mais prazer em meditar nas Escrituras - O tamanho do nosso amor por Jesus pode ser medido pelo valor que damos à sua Palavra. O crente que diz que ama a Jesus, mas que não tem prazer de ler, meditar e ouvir a Palavra de Deus precisa rever os seus conceitos.
 
·         Não adora mais a Deus, antes faz do templo um lugar de lazer – Já dizia o escritor de Eclesiastes: “Guarda o teu pé quando entrares na casa de Deus” (Eclesiastes 5.1). Mas quando vejo crentes que vão aos cultos não para adorar a Deus e ouvir-lhe a voz, mas para bater papo, mostrar suas roupas caras e decotadas, passar tempo, etc. Tenho certeza que estou diante de pessoas que perderam o primeiro amor.
 
·         São desobedientes a voz de Deus – Já dizia Isaías no capítulo messiânico do sofrimento e glorificação de Jesus: “Quem creu na nossa pregação?” (Isaías 53.1). Ouvir a palavra muitos ouvem, mas obedecer é outra história. Todos os dias; pastores, professores e pregadores estão anunciando a palavra de Deus a milhares, mas a pergunta é: Será que esses que ouvem a Bíblia todos os dias realmente a obedecem? Quando deixamos de obedecer à voz de Deus e nos tornamos apenas “ouvintes esquecidos”. É hora de tomarmos cuidado; pois a nossa salvação pode estar em risco.
 
·         Amam uma pregação materialista e triunfalista – Já percebeu como pregações com esses temas causam impacto na vida de muitos cristãos? Já percebeu que centenas preferem ouvir mensagens de autoajuda e de triunfo do que mensagens de santidade e poder? Pois é, são tempos de abandono do primeiro amor. E você ainda retém o primeiro amor?
 
·         Não aguardam mais a volta de Jesus para busca-los – Vou dizer algo que talvez cause um impacto e espanto em muitos dos meus leitores, mas que infelizmente é a verdade. Muitos dos que frequentam as Igrejas hoje, não mais acreditam e aguardam a volta de Jesus para busca-los aos céus. Muitos já perderam essa esperança e vivem apenas em função do materialismo e imediatismo que rondam os círculos evangélicos hodiernos.
 
Mas não obstante as nossas atitudes, o Senhor Jesus está dizendo, assim como disse a Igreja de Éfeso: “Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres” (Apocalipse 2.5)
 
 Paz de Cristo a todos! MARANATA!
 
                          João Augusto de Oliveira
 
 
 
 
 


0 comentários:

Postar um comentário

 

A voz da Palavra Profética Copyright © 2011 - |- Template created by Jogos de Pinguins